"Se abandonar a ingenuidade e os preconceitos do senso comum for útil; se não se deixar guiar pela submissão às idéias dominantes e aos poderes estabelecidos for útil; se buscar compreender a significação do mundo, da cultura, da história for útil; se conhecer o sentido das criações humanas nas artes, nas ciencias e na política for útil; se dar a cada um de nós e à nossa sociedade os meios para serem conscientes de sí e de suas ações numa prática que deseja a liberdade e a felicidade para todos for útil, então podemos dizer que a Filosofia é o mais útil de todos os saberes de que os seres humanos são capazes." Marilena Chaui

"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender e, se podem aprender a odiar podem ser ensinadas a amar". Nelson Mandela

"É preciso atrair violentamente a atenção para o presente do modo como ele é, se se quer transformá-lo. Pessimismo da inteligência, otimismo da vontade". Antonio Gramsci

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Governo Cabral irá pagar aos alunos que forem aprovados no Ensino Médio

Seeduc e SEASDH lançam o programa Renda Melhor Jovem

30/09/2011 - 16:40h - Atualizado em 30/09/2011 - 18:50h
» Patrícia Duarte
Governador Sérgio Cabral fez a entrega simbólica dos cartões

Fonte: http://www.rj.gov.br/web/seeduc/exibeconteudo?article-id=627608

Fotos: Marcia Costa

As Secretarias de Estado de Educação e de Assistência Social e Direitos Humanos lançaram, nesta quinta-feira (29/09), no Teatro João Caetano, o Renda Melhor Jovem. O objetivo do programa é incentivar a permanência do jovem na escola. O governador Sérgio Cabral participou do encontro, que reuniu cerca de 1.200 estudantes da rede estadual, além de prefeitos, subsecretários e parlamentares.

Em um primeiro momento, serão atendidos quatro mil alunos dos municípios de Japeri, Belford Roxo e São Gonçalo. Segundo o Secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves, cerca de 30 mil alunos fluminenses serão beneficiados com o Renda Melhor Jovem até 2013.

O governador Sérgio Cabral enfatizou a luta dos governos federal e estadual para erradicar a miséria no Brasil.

-Esse é um programa ousado e contagiante. Quero que vocês, estudantes de origem humilde, agarrem essa oportunidade. O mais importante é vocês valorizarem o estudo, independentemente de escolherem uma faculdade ou um curso profissionalizante – disse o governador.

O Renda Melhor Jovem é um programa que beneficia os estudantes, de 15 a 17 anos, das famílias que recebem o Programa Renda Melhor e estejam matriculados na rede estadual de Ensino Médio Regular (incluindo os Ensino Normal, Médio Integrado e Profissionalizante Concomitante). Para receber os benefícios, os aluno precisam ser aprovados e concluir o Ensino Médio.

O Secretário de Estado de Educação, Wilson Risolia, falou sobre a importância do Renda Melhor Jovem.

-Esse programa é fundamental para que os jovens concluam o Ensino Médio. É nossa responsabilidade inseri-los no mercado de trabalho. Quero lembrá-los que a participação das famílias é essencial para o sucesso dessa iniciativa – disse Risolia.

O aluno inscrito no Programa Renda Melhor Jovem receberá um benefício como prêmio por aprovação em cada ano do Ensino Médio nos seguintes valores: R$ 700,00 caso seja aprovado na 1° série do Ensino Médio; R$ 900,00 caso seja aprovado na 2° série do Ensino Médio; R$ 1000 caso seja aprovado na 3° série do Ensino Médio; R$ 1.200 caso o jovem tenha cursado o Ensino Profissionalizante de quatro anos e tenha sido aprovado; e R$ 500,00 adicionais ao final do Ensino Médio, caso o jovem se inscreva na prova do Enem e obtenha um bom desempenho.

Talita Ferreira de Castro, aluna da 2° série do Ensino Médio do Colégio Estadual Presidente Rodrigues Alves, uma das contempladas com o programa, pretende investir o dinheiro em um curso profissionalizante.

-Minha mãe é doméstica e não teve oportunidade de concluir o Ensino Médio. Quero ser comissária de bordo, mas também penso em fazer faculdade de medicina – disse a estudante, de 16 anos, que tem 11 irmãos e mora em Paracambi.

Os jovens inscritos receberão uma poupança de R$ 3,1 mil. O estudante terá direito a sacar até 30% do valor recebido anualmente. O saldo dos benefícios acumulados ao longo dos anos ficará depositado na poupança do Banco do Brasil, tendo sua correção financeira garantida.







COMENTÁRIO: Depois dos péssimos resultados nas avaliações externas de desempenho e ter que amargar o penúltimo lugar no Brasil, o governo Sérgio Cabral inventa mais uma solução mirabolante para "melhorar" a qualidade da educação estadual.  Agora a lógica se inverteu, ao invés de pagar um salário decente aos professores, o governo irá pagar aos alunos que forem aprovados no ensino médio. Quanto desperdício de dinheiro público! O que os nossos alunos precisam não é de mais uma "bolsa estudo", precisam de uma escola pública de qualidade que os coloque em condição de igualdade para competir com os filhos dos burgueses para a conquista de uma vaga nas universidades. Concluir o ensino médio só irá perpetuar a condição do aluno da escola pública, o lugar de servidão à classe burguesa.

Professores do Ceará são agredidos na Assembleia Legislativa por lutar por seus direitos

Fonte: Youtube

A Ditadura do Governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), com aval da Assembleia Legislativa, aplicou mais um golpe contra a democracia, a educação e os direitos humanos. Na quinta-feira (29/09/2011), professores ocupavam a Assembleia Legislativa para que a Mensagem do Governo que destrói a carreira do Magistério não fosse aprovada. Todos os acessos à plenária foram fechados e reforçadas pelo Batalhão de Choque. Os policiais com o consentimento do Pres. da AL Roberto Claúdio(PSB) e o líder governo na AL Antonio Carlos(PT) bateram nos professores, jogaram spray de pimenta e deram voz de prisão aos professores que faziam greve de fome. A mensagem do governo rasga a constituição do Estado do Ceará, pois esta afirma que a Carreira é única. Que todos neste Brasil que lutaram pelo fim da ditadura mostrem seu repúdio ao governador CID Gomes e aos deputados estaduais que querem calar a voz dos cidadãos com truculência.

MERITOCRACIA ESTUDANTIL: Cabral premia estudantes mais bem colocados no SAERJ.

Fonte: Jornal o Fluminense

O Governo do Estado realizou, nesta terça-feira (27/9), a entrega simbólica de notebooks da Premiação Saerj para os alunos mais bem classificados na última Avaliação Externa do Desempenho Escolar, o Saerj 2010. Duzentos e dezesseis alunos de vários municípios do Estado receberam os equipamentos em nome dos 20.645 contemplados, em cerimônia realizada no Theatro Municipal.
Participam do evento estudantes e diretores de escolas dos municípios de Araruama, Barra Mansa, Belford Roxo, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Nova Friburgo, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo, Santo Antonio de Pádua, Teresópolis e Vassouras.
"São 21 mil heróis, alunas e alunos, que se dedicaram, que demonstraram capacidade, se destacaram, em meio a mais de um milhão de estudantes. Era preciso dar ao magistério a liberdade e a garantia do mérito e é isto que estamos fazendo com estes alunos" destacou o governador Sérgio Cabral na cerimônia, cuja abertura contou com a exibição do filme “Luzes da Cidade”, de Charles Chaplin. O longa-metragem recebeu a trilha sonora ao vivo da Orquestra Sinfônica do Municipal.

COMENTÁRIO: Educação de verdade não se faz distribuindo computador para alunos mais bem classificados em exames excludentes que não servem para diagnosticar qualidade em educação. Esse governador dá mais uma demostração de que não entende nada de educação. Não compreendi de que liberdade ao magistério ele está se referindo!? Implantando um sistema de avaliação que desconsidera completamente as necessidades e características pedagógicas de cada escola e aluno, e tenta padronizar a educação como se fosse um produto fabricado em larga escala? Uma proposta séria de educação só pode ser feita com a valorização dos profissionais e investimento em infraestrutura das escolas. Enquanto o sr. governador distribui esses notebooks, muitas escolas estão sem laboratórios de informática, e as que tem, os computadores estão sucateados e defeituosos.
Educação é um processo de socialização de interesses e objetivos, e não uma valorização individual que estimule  a competição.
Heróis são todos os 1 milhão de alunos da rede estadual, que são obrigados a conviver diariamente com escolas em péssimas condições, professores desvalorizados e desmotivados e com a falta de recursos pedagógicos. Educação é coisa séria, e não pode ser tratada com superficialidade e como objeto de propagandismo.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Termina a greve HISTÓRICA dos professores de MG. BRAVOS GUERREIROS.

Fonte: SINPROMINAS

28/09/2011
Trabalhadores/as em educação suspendem a greve e voltam às salas de aula nesta quinta-feira (29/09) - Estado de greve continua


Após 112 dias de greve e 197 horas de greve de fome (dos trabalhadores/as Marilda de Abreu Araújo e Abdon Geraldo Guimarães), chega ao fim uma greve histórica em Minas Gerais. A suspensão da greve foi possível a partir de um processo de negociação com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais e com o governo, por meio do Secretário de Governo, Danilo de Castro. O Governo reconheceu, finalmente, que não paga o Piso Salarial Profissional Nacional na carreira. Foi assinado o Termo de Compromisso.
Os trabalhadores em educação, em greve desde 08 de junho, retornam às atividades escolares amanhã, 29 de setembro. A categoria conseguiu: o reconhecimento do Piso Salarial na carreira da educação, e não apenas para professor; a suspensão das demissões anunciadas pela Secretaria Estadual de Educação; a suspensão da tramitação do projeto de lei 2.355; a formação de uma comissão formada por representantes do Sind-UTE/MG, do Governo e da ALMG.
“O Piso Salarial na carreira significa aplicá-lo na tabela de vencimento básico considerando os percentuais existentes (22% entre os níveis e 3% entre os graus). O reposicionamento da categoria nesta tabela será objeto de definição da comissão e terá impacto financeiro entre 2012 e 2015”, explica a coordendora-geral do Sind-UTE/MG, Beatriz Cerqueria.
Ela também informa que o processo para pagamento e a anistia dos dias paralisados serão feitos junto ao Legislativo Estadual. Vale dizer que a comissão inicia os trabalhos nesta quinta-feira, dia 29/09, em horário e local a serem definidos.
A direção do Sindicato orienta toda a categoria a aguardar a definição do calendário de reposição e do pagamento dos dias parados, assuntos que constam da pauta da reunião de amanhã.
Reunião no STF
Vale ressaltar que hoje, o Sind-UTE/MG tem reunião marcada a partir das 13 horas, em Brasília, com a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia. A proposta é pedir a ela que reveja sua decisão, publicada nessa segunda-feira (26/9), na qual ela nega recurso do Sindicato que pedia a suspensão da decisão do desembargador Roney de Oliveira, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que determinava a suspensão do movimento. “É fundamental que a ministra repense sobre sua decisão, porque é importante garantir o direito de greve do trabalhador/a”, defende Beatriz Cerqueira.
O Comando de Greve se reúne no dia 08 de outubro para avaliar o movimento e o andamento dos trabalhos desta comissão.
COMENTÁRIO: Nossos colegas professores de Minas Gerais deram um exemplo de coragem e resistência. É preciso muitas vezes ser radical e levar nossas decisões às últimas consequências como esses bravos guerreiros fizeram. Deram um exemplo de união de classe e conseguiram fazer com que o governo de Minas se dobrassem as suas justas reinvidicações. Tudo isso só foi possível por que causaram incômodo à sociedade e chamaram atenção para a situação caótica que a educação estadual se encontra. Parabéns aos educadores de Minas que nos deram um notável exemplo de que só é possível alcançar avanços através da luta.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Plano de meritocracia fracassa nos EUA e é implantado aqui?

Obama relaciona recuperação econômica dos EUA à educação
Fonte: Noticias Terra


Os jovens dos Estados Unidos estão ficando para trás de seus pares no exterior em leitura, matemática e ciência, disse o presidente norte-americano, Barack Obama, neste sábado, afirmando que reformas na educação são parte essencial da recuperação econômica.

Em seu pronunciamento semanal de rádio e vídeo, Obama disse que até um quarto dos estudantes norte-americanos não estão concluindo o segundo grau e poucos jovens estão obtendo diplomas universitários. "É fato inegável que países que são mais bem educados hoje serão mais competitivos amanhã. As empresas contratarão onde quer que trabalhadores altamente qualificados e treinados estejam," disse o democrata. "Temos que elevar nossos padrões."

Com a campanha presidencial de 2012 esquentando, Obama tem falado cada vez mais sobre educação, tema central de sua base política. Seu plano de US$ 447 bilhões para criação de empregos inclui recursos para pagar professores e reparos nas escolas. Na sexta-feira, ele anunciou um relaxamento do "Nenhuma Criança Fica para Trás" (No Child Left Behind, em inglês), medida que já tem uma década e foi introduzida pelo ex-presidente George W. Bush para responsabilizar as escolas pelo desempenho dos alunos.

O programa foi muito criticado por se inflexível, exigindo que os professores se atenham a um currículo estreito que visa sobretudo garantir que os estudantes passem em testes padronizados. "A experiência nos ensinou que a lei tem algumas falhas sérias que prejudicam nossas crianças, ao invés de ajudá-las," disse Obama, deixando claro que a educação será um de seus principais tópicos de campanha para o pleito de novembro do ano que vem.

"Estes problemas são óbvios para pais e educadores de todo o país há anos. Mas, durante anos, o Congresso não conseguiu consertá-los. Então agora o fará," declarou. O índice de aprovação do presidente tem caído por conta da percepção de que ele é um líder fraco, especialmente quando se trata de curar a economia.

Seus adversários republicanos têm argumentado que o estímulo econômico de Obama causou problemas fiscais ao país sem melhorar significativamente o desemprego, que continua acima de 9 por cento. Grande parte da pressão financeira que as escolas dos EUA sofrem reflete orçamentos limitados no nível estadual.

COMENTÁRIO: Será que teremos que esperar também dez anos para perceber que esse sistema de meritocracia não produz nenhum impacto positivo na qualidade da educação. Os trechos grifados no texto nos remetem a fazer comparações com o plano de metas da SEEDUC-RJ, implantados pelo governo Sérgio Cabral, que tenta mascarar com ações propagandistas o precário estado da educação estadual.
ESCOLA NÃO É FABRICA, ALUNO NÃO É MERCADORIA!

sábado, 24 de setembro de 2011

Por que não se investe na educação no Brasil?

Governo de MG cria bolsa crack de R$ 900,00 e nega o aumento aos professores que ganham R$712,00

Fonte: http://www.otempo.com.br/supernoticia/noticias/?IdNoticia=62422
O governo estadual lançou ontem o cartão Aliança pela Vida, que vai auxiliar famílias de dependentes químicos. O programa, que já ganhou o apelido de ´bolsa-crack´, vai liberar R$ 900 para internações e transporte. Serão beneficiadas famílias com renda mensal menor que dois salários mínimos. O Estado planeja criar também anexos psiquiátricos nos hospitais públicos para os dependentes e pacientes com outros transtornos psiquiátricos.

O cartão, batizado com o mesmo nome do programa de combate às drogas estadual lançado em agosto passado, é um projeto pioneiro no Brasil. "Ele vai permitir a reabilitação de dependentes químicos, principalmente de crack, que são os casos mais graves. Isso evita as internações a longo prazo em clínicas psiquiátricas e reduz o problema da falta de leitos", disse o subsecretário de Políticas Antidrogas, Cloves Benevides.

Atualmente, Minas Gerais possui 3.000 leitos públicos de internação, mas estima-se que seria necessário o dobro. A orientação do governo é que R$ 800, preço médio de internação em uma clínica particular, sejam gastos com a internação. O restante deve ser gasto com o transporte da família até as unidades terapêuticas para as visitas. "A família é muito importante nesse processo de ressocialização. Por isso, criamos esse cartão também para a família", disse o subsecretário.

Dentro de 40 dias, cerca de mil famílias das cidades de Teófilo Otoni, no Vale Mucuri, e Juiz de Fora, na Zona da Mata, serão beneficiadas. A partir do ano que vem, o projeto será expandido para outras cidades mineiras. As famílias terão que se cadastrar em clínicas particulares.

Para o doutor em psicologia e especialista em dependentes químicos Valdir Campos, as internações em unidades terapêuticas são um importante meio de recuperação dos usuários de drogas, sobretudo de crack. "Nesses locais, eles têm um atendimento de reabilitação social, diferente de algumas clínicas psiquiátricas em que eles são tratados apenas com medicamentos", disse Campos.

Sobre os anexos psiquiátricos, o coordenador estadual de Saúde Mental, Paulo Repsold, disse que inicialmente serão criadas enfermarias com leitos para os usuários em hospitais públicos da capital e da região metropolitana. O projeto para a criação dos anexos só deverá ficar pronto no ano que vem, porém ainda não tem previsão para o início das obras.

Reabilitação
Cerca de cem dependentes químicos foram retirados voluntariamente das cracolândias de Belo Horizonte e da região metropolitana neste ano. A abordagem de moradores de rua começou a ser feita na segunda semana de agosto. Eles foram encaminhados a centros de recuperação. O encaminhamento dos usuários ao centros também faz parte do Aliança pela Vida. O programa tem recurso de R$ 70 milhões, frutos de uma parceria dos governos estadual e federal.
SOS Drogas tem ligações recorde
O disque 155 (SOS Drogas), criado para atender quem busca informações ou orientações sobre drogas, registrou um aumento recorde das chamadas nos últimos dois meses. De acordo com o governo do Estado, as ligações apresentaram uma alta de 130 vezes desde a implantação do serviço. Em agosto e setembro, foram registradas 30.354 e 22.099 ligações, respectivamente. Em meses anteriores, a média era de 230 chamadas por mês.

Professores em greve invadem Assembleia Legislativa de MG

AOS PROFESSORES MINEIROS

A GREVE CONTINUA!!!

Um grupo de professores em greve invadiu a Assembleia Legislativa de Minas Gerais nesta quinta-feira. Foto: Eugenio Moraes/Futura Press
Fonte: Terra

Um grupo de professores da rede estadual de educação invadiu e interrompeu reuniões e audiências públicas na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte, nesta quinta-feira. Os manifestantes tomaram a palavra dos presidentes das comissões e voltaram a reivindicar a implantação de um piso nacional para a categoria.
Segundo a assessoria de imprensa da ALMG, um grupo de 15 manifestantes invadiu a reunião conjunta das Comissões de Segurança Pública e de Administração Pública, onde motovigias e trabalhadores em ronda noturna eram ouvidos. Eles interromperam a reunião e tomaram a palavra, dirigindo ofensas ao deputado João Leite (PSDB), presidente da comissão.
Após discussão com os vigilantes noturnos, os manifestantes disseram que não iriam permitir o andamento dos trabalhos na casa legislativa enquanto não fossem atendidos. O mesmo grupo invadiu, também, a reunião da Comissão de Direitos Humanos, que discutia a suposta violação do processo legal na transferência de policiais. Ainda de acordo a assessoria, ninguém foi detido.
Em greve há mais de 100 dias, os professores realizaram na quarta-feira mais uma assembleia e decidiram pela manutenção da greve no Estado. A medida desafia decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que estabeleceu o retorno imediato dos professores para as salas de aula sob pena de multas que variam de R$ 20 mil a R$ 50 mil por dia não trabalhado. Uma nova assembleia foi marcada para a próxima terça-feira.
Cerca de 300 professores permaneciam acampados nesta tarde em frente a ALMG e exigem o aumento do piso salarial. De acordo com o sindicato da categoria, a instruIção é para que a greve continue até que seja cumprido pelo governo mineiro o piso salarial nacional de R$1.187, determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
Em nota, a Secretaria de Educação apresentou instruções para que as escolas afetadas pela paralisação dos professores organizem os seus calendários para cumprir os 200 dias letivos obrigatórios. De acordo com a secretaria, serão utilizados todos os sábados a partir do próximo dia 24 e também os meses de janeiro e fevereiro de 2012. 

COMENTÁRIO: A CORAGEM E A ATITUDE  DA CATEGORIA DE PROFESSORES DE MINAS DE CONTINUAR A GREVE E ENFRENTAR O GOVERNO BURGUÊS NOS MOSTRA COMO FOI RIDÍCULO O DESFECHO DO MOVIMENTO GREVISTA DO RJ. TEMOS QUE NOS CONSCIENTIZAR DE QUE FAZEMOS PARTE DE UMA SOCIEDADE CAPITALISTA BURGUESA, E CONSEGUIR NOSSO LUGAR AO SOL NÃO É FÁCIL. É PRECISO LEVAR A SÉRIO A LUTA DE CLASSES, A UNIÃO E O INTERESSE COLETIVO. COM CERTEZA O SEPE (DIREÇÃO) É UM SINDICATO VENDIDO E OS PROFESSORES QUE VOTARAM PELO FIM DA GREVE ALIENADOS! NOSSOS PARABÉNS AOS COLEGAS MINEIROS!   

Greve MG, essa luta é sua!


PARTICIPE E DIVULGUE ESSA CAMPANHA.

ESSA LUTA TAMBÉM É SUA!



Abaixo-assinado Carta à Presidência do Brasil - Atenção à Educação em Minas Gerais



Para: Presidente da República Federativa do BrasilExma Presidente do Brasil,



Venho por meio deste solicitar de V.Sa. que olhe com especial atenção ao que está ocorrendo em nosso Estado!

Somos mineiros e nos orgulhamos disso, e, independente de qualquer coisa estou deverás mortificado com o que tenho assistido.

- Acusações inverídicas por parte do governo aos trabalhadores da Educação;

- Tratamento desumano, pois só assim consigo descrever as atitudes truculentas contra os professores tratando-os como bandidos por não concordarem com a posição do governo Estadual, que está equivocada e viola claramente a Constituição do nosso país, que garante o "Direito de greve", o "Direito de Ir e Vir", etc.

- Além disso, o governo não cumpre a Lei 11.738/08 que institui o Piso Nacional dos Profissionais da Educação e foi declarada plenamente constitucional pelo STF neste ano.

Sou professor em Minas Gerais e estou atravessando um processo de profunda decepção com o tratamento dado à Educação em um dos Estados mais ricos e desenvolvidos do país, sem que a União tome qualquer posição.

Isso contraria o que me chamou a atenção à época das eleições, onde a ouvi prometer cuidar da valorização da Educação e dos professores.

Acompanhei todo o processo de campanha difamatória feita para desestabilizar a sua campanha, e por muitas vezes, a defendi com unhas e dentes, pois sabia de sua seriedade e compromisso com os menos favorecidos. Ainda acredito muito naquilo que acreditava naquela época, porém, acho que o governo Federal está sendo desrespeitado pelo governador de Minas Gerais e algo deve ser feito de forma mais eficaz e contundente, demonstrando que se a Lei existe, ela deve ser cumprida por todos indistintamente, a começar pelos Estados.

Sei de toda a sua luta durante a ditadura militar, e o que vimos na Praça da Liberdade na última sexta-feira 16/09/2011 foi uma reprodução do que acontecia naquela época. Se estivesse presente com certeza sua memória voltaria à época em que sentiu na própria pele a truculência de um governo autoritário que recorre à violência física e psicológica, pois não consegue encontrar argumentos para as atitudes que toma e mentiras que diz. Um governo que em todos esses dias de greve não foi capaz de conversar com os Educadores; Um governo que demonstra uma total falta de competência no que se refere à solução de um problema; Um governo que é capaz de pagar por horário nobre na televisão para falar inverdades sobre os professores, sobre o Sindicato e, principalmente, sobre a Educação de Minas Gerais. A educação pública de Minas é mascarada por números que não traduzem, nem de longe, a realidade.

Poderia escrever uma tese sobre o que está errado em Minas, mas vou encerrar com um pedido, de um mineiro, que ama seu Estado, a outro, ou de um brasileiro que jamais pensou ver seu país trilhar um caminho tão brilhante como o que tem trilhado.

Não deixe, presidente, que este indivíduo transforme nosso Estado, sempre reconhecido como BERÇO DA LIBERDADE, em um arremedo de democracia.

Não deixe que toda a sua luta se perca, que tudo o que sofreu tenha sido em vão!

Não acredite em tudo o que lhe dizem, assim como a maioria das pessoas que votaram em você não acreditou nas mentiras que tentaram nos fazer engolir. Não é engraçado perceber que as duas situações foram provocadas pelo mesmo partido político.

Um forte abraço de um brasileiro que se orgulha de ser brasileiro e de ter votado em você, apesar das mentiras. Com fé sempre.


 

Luciano Rodrigues Gallo

Os signatários

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Aluno de 10 anos atira em professora e contra a própria cabeça

Fonte: R7

Um aluno de dez anos da 4º série da Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, em São Caetano do Sul, no ABC Paulista, atirou na professora Rosileide Queiros de Oliveira, 38 anos, por volta das 15h50 e contra a própria cabeça em seguida. A informação é da prefeitura local.

De acordo com nota emitida pela Prefeitura de São Caetano, região do ABC, após atirar na professora ele se retirou da sala de aula e disparou dois tiros contra a própria cabeça. No momento estavam na sala de aula 25 alunos. Tanto o estudante quanto a professora foram socorridos com vida.

O aluno foi atendido no Hospital de Emergência Albert Sabin, na avenida Kennedy, em São Caetano, e teve duas paradas cardíacas. Ele morreu às 16h50. A professora foi levada de helicóptero da Polícia Militar e, por volta das 17h40, foi encaminhada ao Hospital das Clínicas.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Ícone da Educação, Paulo Freire estaria completando 90 anos em 19/09/11


Fonte: Noticias.terra.com.br
Nesta segunda-feira o educador Paulo Freire (1921-1997), que tornou-se referência no País e no mundo, completaria 90 anos. De acordo com o Instituto Paulo Freire (IPF), durante todo o ano ações estão sendo desenvolvidas em comemoração à data, devido a sua importante contribuição para a educação.
Nascido em 19 de setembro de 1921, em Recife (PE), Paulo Reglus Neves Freire é considerado um dos mais importantes educadores do século XX. Aos 22 anos, ingressou na Faculdade de Direito do Recife. Em 1947, Freire assumiu o cargo de Diretor do Setor de Educação do Serviço Social da Indústria (Sesi) de Recife, onde estudando as relações entre alunos, mestres e pais de alunos, conheceu a realidade dos trabalhadores e as particularidades da sua linguagem.
Sua primeira experiência como professor universitário foi na Escola de Serviço Social, lecionando Filosofia da Educação. Doutorou-se em Filosofia e História da Educação em 1959. No início dos anos 60 engajou-se nos movimentos de educação popular e coordenou o Programa Nacional de Alfabetização, do Governo Goulart.
Premiado e reconhecido internacionalmente, Paulo Freire dedicou-se às experiências no campo da educação de adultos e do processo de democratização do ensino, na construção de uma sociedade democrática, por meio do diálogo crítico, a fala e a convivência.
Revelou ao mundo uma educação para além da sala de aula, da educação formal, capaz não só de ensinar conteúdos e comportamentos socialmente esperados e aceitos, mas também capaz de conscientizar a todos e a todas. Mais objetivamente pensou nos jovens e adultos trabalhadores, homens do campo e da cidade para abrir-lhes a possibilidade de enfrentarem a opressão e as injustiças.
Paulo Freire deixou uma imensa contribuição para a área da educação, com reflexos na filosofia, arte, física, matemática, geografia, história, literatura, entre outras. O IPF, criado por sugestão do próprio educador no dia 12 de abril de 1991, tem o compromisso com a educação popular e busca manter vivo seu legado.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Protesto de estudantes na inauguração de bandejão na UERJ acaba em pancadaria


Fonte: Youtube
Na manhã desta segunda-feira 12/09/11, estudantes da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) realizaram um protesto durante a inauguração do restaurante universitário. Os alunos terão de desembolsar 3 reais se quiserem comer no bandejão. Esperava-se a presença do governador Sérgio Cabral, que não compareceu. Uma barreira composta por seguranças da UERJ impediu o acesso dos universitários às dependências do restaurante, cuja entrada era permitida apenas a convidados. O reitor Ricardo Vieiralves chegou ao evento debaixo de vaias dos manifestantes. Vieiralves é acusado por estudantes e servidores de promover a privatização de setores da UERJ. Ao ser indagado o motivo pelo qual os estudantes estavam sendo barrados, o chefe da segurança da UERJ, de nome Cleber, reagiu tentando impedir a gravação de imagens, o que acirrou ainda mais os ânimos. Os manifestantes então forçaram a entrada no bandejão e foram contidos pelos agentes, que protagonizaram cenas de verdadeiro pugilismo.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Sem Terras Abandonados em Cabo Frio

ACAMPAMENTO ROSA GERALDA DA FARINHA - CABO FRIO/RJ

Às margens da rodovia RJ 140 nas proximidades do bairro de Botafogo, estão acampadas 17 famílias a 7 anos. Os "moradores" do acampamento vivem em condições precárias, sob barracas de lona e madeira sem infraestrutura básica de saneamento, água e luz elétrica. Os acampados reclamam do abandono por parte das autoridades locais e do Incra, que não dão solução para o problema.
Precisamos promover essa situação e trazer a público essa situação, para que as autoridades tomem as providências cabíveis.
Abaixo segue um vídeo feito com uma das acampadas:

domingo, 11 de setembro de 2011

Diretora de colégio em Niterói é exonerada porque não quis fechar turmas do EJA


Fonte: SEPE
A diretora do Colégio Estadual Joaquim Távora em Niterói foi exonerada porque não aceitou fechar turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA) da sua unidade, conforme a Seeduc teria determinado. A comunidade escolar vai se organizar para impedir a saída da diretora. A direção do Sepe também está se dirigindo ao local
para apurar a situação.


COMENTÁRIO: Bravo!!! Precisamos de mais diretora(e)s como essa, que não se dobram ao facismo declarado do Governo Burguês, que só pensa em reduzir custos e prejudicar ainda mais a educação pública. Precisamos de DIRETORES  e não GESTORES, que lidam com a educação de forma humanitária e não gerencial, afinal, todo diretor é um professor.
Nossos diretores estão comprados pelas bonificações que estão recebendo, estão vendendo o verdadeiro ideal da escola pública em troca de benefícios pessoais. Está mais do que claro que não dá mais para conviver com uma gestão anti democrática que está instalada nas escolas públicas do estado do Rio de Janeiro, onde a lei da mordaça e da intimidação foi implantada as custas daqueles que deveriam se beneficiar desse serviço público, os nossos alunos.

sábado, 10 de setembro de 2011

Memórias de 11 de setembro: 1973 X 2001

Por Fernando Fileno
Do Laboratório de Ensino e Material Didático História USP


Ficha Técnica

Gênero: Documentário
Ano de lançamento (Reino Unido): 2002
Duração: 11 min Direção: Ken Loach




"11 de Setembro" (de origem franco-britânica), dirigido por Ken Loach, faz parte de uma mostra de 11 curta-metragens com duração total de 11 minutos. É interessante que cada curta foi encomendado para um diretor consagrado diferente, assim a cada diretor foi dada a liberdade de mostrar sua visão da tragédia ocorrida em 11 de setembro de 2001, nos EUA.
Dentro do curta, o diretor britânico Ken Loach optou por mostrar em seu próprio curta-metragem, uma outra tragédia ocorrida em um 11 de setembro: o violento golpe de Estado dado por Augusto Pinochet que, apoiado pelos EUA , destituiu o governo de Salvador Allende que foi assassinado pelos bombardeios estadunidenses ao palácio presidencial. O que torna ainda mais interessante 11 de setembro são as mesclas de eventos que aconteceram nesse dia e as colagens feitas a partir dos outros curtas que o diretor solicitou aos amigos de profissão.
Ken Loach ao mostrar-nos o 11 de setembro chileno, relembra a atitude nada “democrática” do governo dos Estados Unidos ao derrubar um governo eleito legitimamente. É importante observarmos que após o ataque a Nova Iorque esse mesmo governo falava da ameaça à democracia representada por países considerados “terroristas”. Na sala de aula, esse material pode trabalhar junto aos alunos questões que envolvam um “ponto de vista” sobre determinado assunto.
De maneira inteligente, ao mesmo tempo que temos 11 curta-metragens para formar apenas 1, temos dentro da sala de aula, muitos alunos, mas que estariam aí envolvidos em algo único também: a análise daquilo que consideremos sagrado e legitimo, até mesmo único – a memória de algo que aconteceu e que não pode ser perder.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Algema nos Professores - Acabou a autonomia pedagógica?


Contrariando suas promessas, mais uma vez o Governo do Estado age autoritáriamente, e determina através da resolução abaixo publicada no DO de 26/08/2011, a obrigatoriedade do uso da avaliação diagnóstica SAERJINHO como instrumento de avaliação do professor. Veja o que está sendo imposto:





PORTARIA SEEDUC/SUGEN Nº 174 DE 26 DE AGOSTO DE 2011

ESTABELECE NORMAS DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO ESCOLAR, E DÁ OUTRAS

PROVIDÊNCIAS.
...
Art. 3º - A avaliação do desempenho escolar no Ensino Fundamental (anos finais), no Ensino Médio, no Ensino Normal, na Educação Profissional e na Educação de Jovens e Adultos tem o caráter diagnóstico, reflexivo e inclusivo, devendo oferecer suporte para o replanejamento do trabalho pedagógico, a partir da identificação dos avanços e dificuldades apresentados pelo aluno, sendo registrada pelo professor em diário de classe ou outro instrumento indicado pela SEEDUC;
...
§ 6º - A Avaliação Diagnóstica Bimestral (Saerjinho), aplicada no 5º e 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio, é um dos instrumentos obrigatórios da avaliação, com nota/peso definido(a) pelo professor, e deverá ser registrada no diário de classe ou outro instrumento indicado pela SEEDUC.
 
Professores, com tal medida estaremos acorrentados do ponto de vista pedagógigo, pois os conteúdos do Currículo Mínimo, que são medidos pelo SAERJINHO serão impostos a nós, como uma rédea que direciona um cavalo, para não desviar dos objetivos do Governo Estadual que visa a formação de mão de obra servil, alienada e com conhecimentos rudimentares suficientes apenas para o mercado de trabalho simples.
Essa é outra jogada de mestre do Governo Estadual, já que o boicote as últimas avaliações foi expressivo e contou inclusive com a adesão dos alunos.
Tais atitudes evidenciam a total falta de conhecimento pedagógico daqueles que estão à frente da SEEDUC, pois é necessário conhecer a realidade do dia a dia da sala de aula. Ações como essa não irão aumentar a qualidade da educação pública estadual, apenas irão melhorar índices que não tem relação alguma com os verdadeiros propósitos de uma educação de qualidade. Todos que estão dentro da escola, sabem que para melhorar a educação, em primeiro lugar é preciso valorizar os profissionais da educação, coisa que esse governo faz questão de ignorar, melhorar a infra-estrutura das escolas, implantar uma gestão democrática, que dê voz a comunidade escolar (professores, funcionários, alunos e pais), e tratar a educação como prioridade para o desenvolvimento de uma sociedade mais igualitária e justa.
Temos que nos opor a ações dessa natureza, para que o espaço escolar seja de fato um espaço de tentativa de construção de uma real democracia, afinal, como disse Nelson Mandela: "A educação é a arma mais poderoso que se pode usar para mudar o mundo".

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

06/09/11 - Traficantes tentam invadir o Complexo do Alemão (Onde está a Pacificação?)

Fonte: R7
Um bonde de ao menos dez carros com 50 traficantes armados invadiu uma das favelas do complexo do Alemão, zona norte do Rio, na noite desta terça-feira (6), segundo informações recebidas pela polícia. Ainda de acordo com os policiais, os bandidos seriam remanescentes da Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, vizinha ao conjunto de favelas do Alemão, e teriam tentado retomar parte do território, atualmente ocupado pelo Exército.
Até por volta das 23h, a polícia desconhecia se o grupo de criminosos permanecia na comunidade ou teria fugido. Mas, após ação do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e de PMs, no horário, a situação estava sob controle.
A polícia investiga o ataque. Após a invasão - os complexos do Alemão e da Penha estão ocupados pelo Exército desde novembro passado -, seguiu-se um intenso tiroteio entre traficantes e militares.
video

Por volta das 21h30, funcionários do Hospital Estadual Getúlio Vargas informaram à Rede Record que uma pessoa deu entrada na unidade médica com ferimentos na cabeça, mas até as 23h não havia informações se o incidente teria relação com o tiroteio. Até o horário, não havia confirmação de feridos ou mortos.
Uma moradora do conjunto de favelas que preferiu não se identificar comparou a situação a momentos anteriores à ocupação do Alemão e do Complexo da Penha, quando o tráfico dominava as comunidades. Outros moradores informaram que tiros também eram vistos na localidade conhecida como Grota, no Alemão.
- A situação está pior do que quando a comunidade foi pacificada. Tem muita gente ferida aqui.
O major Marcus Bouças, da Força de Pacificação, informou ter visto balas traçantes no morro do Adeus, próximo ao Complexo do Alemão. O major Bouças, porém, não soube especificar a origem dos tiros. Segundo ele, por motivo de segurança, a estrada do Itararé, principal acesso ao local, foi interditada.
Também segundo moradores, agentes do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) estavam no local. O Bope, porém, não confirma participação na ação. Por causa do tiroteio, o funcionamento do teleférico do Alemão foi interrompido.
O Complexo do Alemão voltou ao foco no último domingo (4), quando moradores e militares se envolveram em uma confusão. Segundo os militares, eles foram atacados por moradores com pedras e garrafas e reagiram com balas de borracha e spray de pimenta.
O tiroteio desta terça-feira acontece no mesmo dia em que um vídeo divulgado pelo Exército mostra pessoas supostamente traficando na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha.

COMENTÁRIO: Não se conquista paz fazendo guerra. Essas pessoas são vítimas do sistema, abondonadas pelo governo e roubadas pela elite burguesa. Se quizerem realmente acabar com a violência devem dar educação, saúde e respeito à esse povo, tudo o mais que se faça, é colocar remendo novo em roupa velha.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Conflito entre exército e moradores do Alemão


Fonte: Folha.com
Um vídeo postado no YouTube mostra o conflito entre soldados da Força de Pacificação do Exército e moradores do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, que deixou pelo menos uma pessoa ferida e outras três detidas, no início da noite desde domingo.


Revoltados com a postura dos soldados, os moradores protestam no morro do Alvorada. Segundo o Twitter do Voz das Comunidades --jornal produzido pela comunidade--, a confusão começou porque os militares pediram que o volume da televisão de um bar --que exibia um jogo de futebol-- fosse diminuído.
Os moradores, que estavam reunidos na rua, não atenderam ao pedido. Diante da resistência, os militares desligaram o som.
Foi o estopim para a revolta. Houve enfrentamento entre moradores e militares, que dispararam tiros de borracha e usaram spray de pimenta para dispersar a multidão. Segundo os moradores, muitas mulheres e crianças foram alvejadas na ação do Exército. Uma mulher levou um tiro de borracha na boca e foi encaminhada ao hospital Getúlio Vargas.
"Estávamos aqui filmando agora e um policial do exercito falou assim: vamos testar esse sprey... E apontou aos moradores e fomos atingindos (sic)", escreveu o Voz das Comunidades.
Ainda segundo o microblog do jornal, uma moradora perdeu todos os dentes após ser atingida na boca pelos militares.
No vídeo é possível ver os soldados chegando ao local, apontando as armas para os moradores e espirrando gás de pimenta. Após os militares atirarem é possível ouvir os moradores --entre eles muitas mulheres-- gritando e pedindo para cessarem os tiros. No final das imagens, uma pessoa reclama de ter sido atingida por uma bala de borracha na perna.
Três pessoas foram detidas pelo Exército para "averiguação", segundo o major Marcus Bouças, responsável pela comunicação da tropa que está ocupando o Alemão. Segundo ele, a confusão ocorreu por "excesso de bebida" das pessoas abordadas.

COMENTÁRIO: A farsa das UPP´s está se revelando. Política de segurança pública não se faz apenas reprimindo as populações mais pobres, é preciso atacar as causas que geram as mazelas sociais e dar dignidade às populações que ficaram anos esquecidas pelo poder público.

sábado, 3 de setembro de 2011

Liberdade requer posicionamento!




Caros colegas, ser livre requer, em primeiro lugar, conhecer para argumentar. Como venho falando em minhas postagens, sabemos que nossa sociedade foi constituída pautada na lógica capitalista,  pela classe burguesa, a qual visa o acúmulo de capital através do lucro. É no mínimo ridículo acreditarmos que nós, trabalhadores que produzimos a riqueza, riqueza esta que está nas mãos da burguesia, somos valorizados nessa dinâmica apresentada. O Estado é burguês. As lideranças, estejam em qual âmbito for, são defensoras da elite e ajudam na promoção das suas ações e intentos. Elas sabem que contam com uma "força imersa nas consciências" dos indivíduos chamada ideologia, que aliada ao Senso Comum e aos pressupostos do Neoliberalismo, contribuem para perpetuarem sua hegemonia e tornar "normal" a dominação existente, que faz do indivíduo um ser pacificado, que não sabe refletir acerca do seu papel social de subalternidade, e, inerte frente aos desmandos, aceita altruistamente as diferenças sociais, as manipulações, a pobreza e tantos outros efeitos. O educador precisa se posicionar diante dessa realidade. Mas isso requer atitudes de responsabilidade e até coragem. A atitude do governador do RJ em impedir o abono dos grevistas somente nos afirma o já exposto acima. E o fato de saber que colegas irão "repor" aulas mesmo nessa condição, dizendo que "receberão depois" não me espanta. Me atemoriza é que estamos reafirmando a nossa desvalorização e passividade. O argumento de que não podemos prejudicar alunos é senso comum e desculpa para não discordar da tirania,  mantendo a  covardia que nos cega e nos torna seres em estado de anomia total! Alunos, nessa sociedade capitalista, são "seres sem luz", como diz o significado da palavra, sem horizonte á frente, sem futuro. Professor não prejudica aluno se tornado contrário à ordem vigente, mas sim quando não demonstra a estes exemplos de luta, de coragem, de transformação.
Diferente do que prega a ideologia, somos sujeitos da nossa história, fazemos a história e podemos mudá-la. Professor, é momento de se valorizar! Não entregue sua força de trabalho como se não valesse nada! Não reponha às aulas mediante essas condições!  

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

lei da Semeadura: O que se planta se colhe!

 


SP: Crianças fazem arrastão em hotel e quebra-quebra na delegacia

Foi uma sucessão impressionante de tumulto e fuga. O Bom Dia Brasil acompanhou o grupo ao longo da madrugada.


São Paulo enfrenta um debate perturbador: como tratar crianças que se envolvem em crimes? Nas últimas semanas foram vários episódios. Na última segunda-feira (22), mais um caso: um grupo de sete crianças foi detido depois de fazer um arrastão em um hotel na Avenida Paulista, a mais conhecida e movimentada da cidade. Eles destruíram o Conselho Tutelar em uma sucessão impressionante de quebra-quebra, tumulto e fuga. Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-
brasil/noticia/2011/08/sp-criancas-fazem-arrastao-em-hotel-e-quebra-quebra-na-delegacia.html

Comentário: tenho certeza que muitos que leram ou viram pela mídia televisiva essa notícia prontamente pensaram: Que crianças sem valores, sem família e sem educação! E, claro, a velha fala ideológica: A culpa é da falta de estrutura familiar, devem ser punidos os responsáveis! Ou ainda pior: Vamos diminuir a maioridade penal e mandar prender os trombadinhas!
Caros colegas, vivemos em um sistema capitalista neoliberal, onde o capital vale mais que vidas. Onde o lucro e a acumulação de bens é o que move a sociedade burguesa. Precisamos abrir os olhos, deixar de lado o determinismo neoliberal que nos cega e começar a atribuir a quem merece a culpa por existirem, entre tantas outras mazelas do capitalismo, crianças vivendo como "bichos", sem perspectiva de vida, seres humanos que crescem como cresciam os filhos dos negros escravos do tempo colonial, os quais iam substituir os pais na lavoura que enriquecia o seu dono. Essa é a verdade. A burguesia está colhendo os frutos dessa dinâmica social podre, em que dominam, exploram o trabalho do povo ficando com toda a riqueza, enganam, alienam, e não querem sofrer os danos dessa crueldade? Querem se fechar em seus magníficos condomínios e não serem perturbados?  O Estado, omisso, é conceituado como "Estado Mínimo", pois é necessário sucatear os bens e serviços essenciais, com fins de aumentar a demanda das redes privadas e seus lucros, desenvolvendo políticas de negligência e ausência. E assim nosso país caminha, como criadouro de pessoas desumanizadas, violentadas, segregadas, escravizadas, humilhadas e revoltadas com essa condição de miséria que lhes é imposta. Imposta porque essa contradição social não existe por obra do acaso, mas por conta da ganância que faz homens escravizarem homens em nome do vil metal.
Não faço apologia ao crime, mas o que essas crianças estão fazendo é mostrar aos verdadeiros culpados a lei da semeadura: plantamos e colhemos. E o que elas roubaram dos burgueses, nesse arrastão, nem se compara ao que já lhes foi roubado: o direito a vida, a autonomia, a família, ao lazer, a educação como formação humana e ao futuro. Então, vamos buscar refletir para não engolir sem questionar e afirmar, diariamente, a perpetuação dessa ordem vigente.
A CULPA NÃO É DAS CRIANÇAS, MAS DA BURGUESIA!!!!!!!!!! QUE FEDE!!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...